Assine

Nasce primeira raia por reprodução completa em aquário, no Rio de Janeiro

Após gestação de 12 meses, nasceu uma fêmea da espécie Ticonha

Nasceu o primeiro filhote de Raia Ticonha (Rhinoptera bonasus) reproduzido integralmente no Tanque Oceânico, da AquaRio (Rio de Janeiro/RJ). Em uma inspeção diária, os biólogos e responsáveis pelo manejo dos animais, Matheus Felix e Tiê Ferreira, perceberam um filhote fêmea e se surpreenderam com ela nadando pelo tanque, logo mergulharam para retirá-la e levá-la para a quarentena. 

O diretor-presidente do AquaRio, Marcelo Szpilman, nos contou sobre a importância do nascimento para a conservação da vida marinha. “Um feito considerável, por se tratar de espécie em risco de extinção, que se soma à reprodução completa no AquaRio de outras três espécies de raia também ameaçadas (prego, borboleta e viola). O que, mais uma vez, corrobora a Certificação de Bem-Estar Animal do AquaRio e seu foco em Educação, Pesquisa e Conservação”, comenta. 

A gestação dessa espécie dura em torno de 12 meses e pode ser percebida pelo tamanho da barriga do animal. Nossa veterinária, Daniela Lutfi, responsável por acompanhar o processo de quarentena dos animais no AquaRio, conta que Duda, nome dado ao filhote em homenagem a filha de Marcelo Szpilman, nasceu saudável, com 38cm e pesando 800 gramas. “Duda vai ficar na quarentena até chegar ao tamanho ideal até que possa ser colocada novamente no tanque de onde veio. Enquanto isso, ela vai ser condicionada para receber a alimentação dos tratadores”, informa. 

Sua primeira casa depois da quarentena será o Tanque de Toque e os interessados poderão olhá-la de perto nas visitas ao aquário. 

Fonte: O Globo, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.