Assine

Animais silvestres vítimas de tráfico são tratados em São Paulo

CRAS atende até 12 mil resgastes anualmente no Estado

O Centro de Recuperação de Animais Silvestres (CRAS), situado no Parque Ecológico do Tietê, em São Paulo (SP), trata e recupera animais vítimas maus-tratos, abandono ou até tráfico. O objetivo do tratamento é reabilitar os animais para que eles possam ser devolvidos para a natureza.

Os resgates, que chegam a até 12 mil casos anualmente, são feitos pela Polícia Militar, Ambiental, Corpo de Bombeiros, Ibama ou Centro De Controle De Zoonose, que após a captura realizam o encaminhamento para o CRAS.

animais-grade
Tratamentos podem levar até mais
de um ano, segundo especialista (Foto: reprodução)

"A maioria dos animais chega com problemas de estresse muitíssimo elevado, porque são animais recém-capturados da natureza e são aprisionados. Então eles têm problemas de empenamento, de peso, de machucados na ponta das asas, nos bicos. Eles sofrem muito com isso. Na tentativa de fugir o tempo todo, eles mesmos acabam se machucando nessa gaiola", conta a Coordenadora do CRAS, Liliane Melo.

O processo de reabilitação, explica a coordenadora, pode levar de 30 dias, que é o período da quarentena, podendo passar de um ano. “Nos últimos dois anos, aumentou significativamente o número de macacos pregos filhotes apreendidos sendo comercializados, principalmente porque algumas pessoas populares na TV apareceram com esses animais, do comércio regular, mas isso estimula o comércio ilegal”, pontua Liliane.

Fonte: Clima Tempo, adaptado pela equipe Cães&Gatos.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.