Assine

MSD Saúde Animal anuncia lançamento de produto para mercado pet

Medicamento trata incontinência urinária em fêmeas castradas

A MSD Saúde Animal (São Paulo/SP) acaba de anunciar o lançamento de um novo produto para o mercado pet. Trata-se do Incurin, voltado ao tratamento dos sintomas de incontinência urinária em cadelas castradas. 

O produto, que chegou ao mercado brasileiro em agosto, é o primeiro voltado exclusivamente ao tratamento de fêmeas castradas que sofrem com a incontinência urinária por depleção hormonal, que, além de prejudicar as relações sociais do pet com a família, ainda o torna mais vulnerável ao desenvolvimento de outros problemas de saúde. 

Segundo a gerente de Produtos da Unidade Pet da MSD Saúde Animal, Silvana Badra, a novidade chegou para expandir o portfólio de produtos pets da empresa e atender a uma demanda do mercado, já que estima-se que, apesar dos inúmeros benefícios da castração à saúde dos pets, uma em cada cinco cadelas castradas apresentará sintomas de incontinência urinária ao longo da vida. “O tratamento não só traz melhoria na qualidade de vida do animal como, também, nas relações do pet com a família”, garante. 

incurin
Incurin deve ser prescrito pelo veterinário e é apresentado
em cartuchos de 30 comprimidos (Foto: divulgação)

Pensando em trazer um produto que, de fato, faça a diferença na vida dos pets e dos seus tutores, a MSD Saúde Animal desenvolveu o produto, que age repondo o estriol, hormônio necessário para que as funções da uretra e bexiga voltem à normalidade. A medicação traz a oportunidade de uma vida saudável e normal, suprimindo os escapes involuntários de urina. 

Por se tratar de um medicamento hormonal, o Incurin deve ser prescrito pelo veterinário e é apresentado em cartuchos de 30 comprimidos. “O tratamento, que deve ser mantido ao longo de toda a vida do animal, costuma ser iniciado com a posologia de um comprimido ao dia. Se houver sucesso de imediato, a dose é reduzida para meio comprimido. Caso contrário, deve-se aumentar dois comprimidos ao dia”, afirma Silvana. 

Vale lembrar que alguns cães não necessitam do medicamento diariamente. “É importante que o veterinário estabeleça o protocolo ideal para cada cadela”, conclui a especialista. 

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.