Assine

Medicina integrativa pode ajudar a combater o câncer em pets

Aprovada pela ciência, erva medicinal Visco album é utilizada no tratamento

Seja em humanos ou em pets, o câncer é um diagnóstico que ainda levanta muitas dúvidas e, principalmente, medo. Por maiores que sejam os avanços científicos nessa área, ainda existe temor sobre os resultados e as terapias em si. Na Medicina Veterinária, o tratamento integrativo é uma das opções para prevenir, tratar e amenizar os efeitos colaterais, no caso em que a quimioterapia é necessária. 

Segundo a médica-veterinária pós-graduada em homeopatia e acupuntura veterinária e doutoranda em biotecnologia, Ana Catarina Valle, a combinação de alimentação, homeopatia e acupuntura, muitas vezes, pode devolver a saúde a animais debilitados pela doença, combinados aos tratamentos convencionais. 

visco
Medicamentos à base de visco têm sido o tratamento
complementar mais frequentemente utilizado no campo
da oncologia humana (Foto: reprodução)

A especialista observa que o estilo de vida imposto ao pet é um importante fator associados ao desenvolvimento do câncer: “Antigamente, levantava-se a questão de que o câncer era exclusivamente de causa genética, mas hoje esse conceito mudou bastante. A epigenética é a questão. Os seus hábitos, o meio em que vive e sua alimentação podem modificar os genes, está aí o problema”, sinaliza. 

A profissional destaca a utilização de uma planta, o Visco album, também conhecido em português como visco, que há mais de 100 anos é utilizada na Europa para o tratamento oncológico com bons resultados na Medicina Veterinária, como uma boa opção de suporte ao tratamento da doença. 

O potencial terapêutico da planta tem sido estudado por cientistas. Em 2017, um artigo da Universidade Paulista fez a revisão de 37 estudos sobre a aplicação da substância na Medicina Veterinária e constatou que, desses, 32 reportaram efeitos antitumorais. 

Fonte: Correio Braziliense, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.