Assine

Informação e vacinação são os melhores remédios contra a Raiva

Com tendência antivacinal, veterinários controlam a doença com dificuldade

Agosto é popularmente conhecido pelo mês de vacinação da Raiva. Esse período do ano foi escolhido, segundo o presidente da Comissão Nacional de Saúde Pública Veterinária do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CNSPV/CFMV), Nélio Batista de Morais, porque, historicamente, na Europa, neste mês a concentração de cadelas no cio aumenta bastante devido às condições climáticas, onde o aumento de luminosidade ativa sexualmente todos os mamíferos. 

A médica-veterinária, com mestrado e doutorado em Virologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pesquisadora Científica do Instituto Pasteur (São Paulo/SP), Helena Ruthner Batista, recorda que a raiva é uma das doenças de maior relevância internacional, pois é uma zoonose fatal que atinge todos os mamíferos, incluindo o homem. 

A doença atinge o Sistema Nervoso Central, por isso, com seu desenvolvimento, são manifestados sinais clínicos neurológicos, que são muito variáveis, podendo ocorrer desde paralisia, hipersensibilidade, alteração de comportamento e até a morte súbita do animal. “A Raiva em animais não tem tratamento e não tem cura, por isso a prevenção por meio da vacinação é a melhor forma de evitar o contagio”, comenta Helena. 

Sobre a tendência antivacinação, a profissional afirma que esse deve ser um ato fortemente desestimulado, pois a vacinação é uma forma fundamental de evitar surtos ou até epidemias de diversas doenças. “O conceito de Saúde Única engloba, justamente, a interação entre seres humanos, animais e o ambiente considerando a saúde como um todo”, destaca. 

Leia a reportagem de capa da edição de agosto da C&G VF. 

agostoraiva
A edição nº 228 está disponível, na íntegra, em revistacaesegatos.com.br (Foto: C&G VF)

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.