Assine

Canil acusado de maus-tratos revendia para grande rede de pet shops

Mais de 1.500 cães eram mantidos em condições inadequadas no local

Mais de 1.500 cães estavam sendo vítimas de maus-tratos no canil Céu Azul, de Piedade (SP), fechado pela Polícia Militar na última semana. O local procriava os animais de forma clandestina com o objetivo de comercializá-los. Uma grande rede realizada compra desses animais.

No local também foram localizados medicamentos com datas vencidas, que eram administrados de maneira inadequada. A polícia chegou até o canil após denúncias realizadas.

De acordo com a Prefeitura de Piedade, o local não tem alvará de funcionamento e não paga impostos. Diante da denúncia, a instituição, por meio da Vigilância Sanitária, mandou interditar o canil, devido às irregularidades constatadas pela Polícia Militar Ambiental.

O local também não atendia ao código sanitário vigente e às demais legislações estaduais e municipais. Os animais eram mantidos em gaiolas sujas, muitas vezes em banheiros.

canil_
Muitos dos animais encontrados estavam
feridos, segundo a ativista (Foto: reprodução)

Segundo a ativista Luísa Mel, que esteve no local para retirar os animais, a ação de resgate só pode acontecer depois de uma negociação com a dona do canil. A mulher teria assinado um termo abrindo mão de todos os animais.

“Esse é o maior resgate de cães da história do mundo. Fizemos uma pesquisa e vimos que a maior era nos EUA, com cerca de mil”, disse a ativista. Os animais passarão por exames, vacinação e castração. Em seguida, serão colocados para doação. Em um vídeo postado pela ativista, é possível ver cães com ferimentos, debilitados e até mesmo cegos.

A dona do canil pode ser multada em R$ 3 mil por cada cachorro que apresentar sinais de maus-tratos. Além disso, o Procon anunciou que também aplicará a multa devida.

Fonte: Revista Claudia, adaptado pela equipe Cães&Gatos.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.