Assine

Cães ficam preocupados quando tutores demonstram tristeza

Reação de ajuda do animal nestes casos fica até quatro vezes mais rápida

Uma pesquisa realizada pela revista acadêmica Leaning & Behavior investigou a ação de cães frente às emoções de seus tutores. O objetivo do estudo foi verificar se o animal conseguiria identificar a tristeza e se teria alguma alteração de comportamento quando exposto a isso.

O resultado comprovou que os cachorros demonstram preocupação e têm seus instintos aguçados quando observam seus tutores tristes. Para a pesquisa foram utilizados 34 cães de raças, idades e portes distintos. Os animais foram separados dos tutores por uma porta de vidro com um imã, que facilitasse a abertura.

Para análise os animais foram separados em dois grupos. No primeiro, os tutores deveriam pedir ajuda ao pet sem alterar o tom de voz. Já no segundo, a entonação deveria simular o choro. Ao tutor esboçar tristeza, o pet reagiu quatro vezes mais rápido para tentar ajudá-lo.

cao_tutor_hug
Estima-se que foram levados cerca de 23 a 43 segundos para que o cachorro
reagisse ao grupo com tom de choro, contra 95 a 89 dos que
mantiveram o tom natural (Foto: reprodução)

Fonte: Casa e Jardim, adaptado pela equipe Cães&Gatos.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.