Assine

Cães internados têm maior predisposição para desnutrição

É necessário realizar avaliação nutricional diária dos pacientes

Os cães hospitalizados têm maior predisposição para a desnutrição, o que pode afetar o tratamento. Essa informação foi checada por um estudo que procurou avaliar a prevalência de desnutrição nos cães hospitalizados e seus fatores de risco. 

Durante nove meses, os investigadores recolheram dados de mais de 500 cães internados durante um período superior a 24 horas, analisando dados como o consumo de energia, duração da hospitalização, peso corporal e condição corporal, idade, severidade dos sinais clínicos, presença de anorexia, intervenções nutricionais, presença de anorexia, e vómitos e diarreia na admissão. 

Os resultados indicam que a desnutrição durante a hospitalização é relativamente comum em cães, sobretudo com o avançar da idade do animal. A importância da nutrição adequada em cães e gatos hospitalizados é cada vez mais reconhecida. O hipermetabolismo e o apetite reduzido, frequentemente encontrados em animais doentes, predispõem esses pacientes à desnutrição. 

O suporte nutricional em cães e gatos internados é fundamental para fornecer a energia e os nutrientes necessários, evitando distúrbios metabólicos e catabolismo proteico, além de manter funções orgânicas normais. Segundo dados da pesquisa, a falta de conhecimento e protocolos hospitalares bem definidos têm sido descritos como as principais barreiras à nutrição adequada em pacientes humanos hospitalizados e a mesma situação pode ser encontrada na Medicina Veterinária. 

Clique aqui e confira o estudo completo. 

Fonte: Veterinária Atual, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.